Blog do Mulheres de Esperança

Uma mãe é pra sempre

Susie Pek

Você sabia que existe um beijo poderoso, capaz de curar qualquer machucado e até algumas frustrações? Pois é! O beijo de mãe resolve casos de machucados simples, em quase 100% das vezes!

 

Mãe não é mulher maravilha e nem heroína, mas a maternidade é o exercício do amor incondicional embrulhado em múltiplas tarefas e funções. O amor pelo filho começa antes mesmo dele nascer e à medida que o bebê vai se desenvolvendo, o amor vai crescendo junto. Aí, quando o bebê nasce, ele traz consigo uma explosão inexplicável de emoções e mais amor ainda.

 

Não quero romantizar a maternidade não. Afinal de contas, no momento em que a mulher se torna mãe, ela passa a desenvolver papéis jamais imaginados antes. E são justamente esses papéis que trazem muitos desafios para a vida da mulher.  Passar noites em claro, aprender a entender os chorinhos da criança, repetir a mesma coisa mil vezes a cada cinco minutos, ter sabedoria para ajudar o filho a desenvolver discernimento para tomar suas próprias decisões, e, acima de tudo, aprender a conviver com a pergunta "será que fiz o meu melhor?" Esses são apenas alguns dos muitos desafios nessa caminhada.

 

Uma mãe ama intensamente e sabe que parte do seu trabalho é preparar os filhos para seus próprios voos. A mãe sabe que “os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude” (Sl.127:3-4), por isso, ela usa todo tempo que tem com essas flechinhas, preparando-as para cumprir seu propósito. Isso pode significar que as flechas irão para muito longe delas. O trabalho de uma mãe tem um valor inestimável! Em todas as atividades por trás dos bastidores, existe uma mulher preparando as novas gerações, uma mãe de joelhos diante do Senhor entregando cada dia de seus filhos em suas mãos.

 

Mãe é mãe! E uma mãe é pra sempre. Mesmos depois de partir, seu amor e seus ensinamentos continuam ressoando nas mentes dos filhos. Pois toda mãe deixa suas impressões digitais em seus corações.

 

A você que é mãe, desejo que no ‘seu dia’, você se sinta amada e honrada!

 

Um beijo muito carinhoso no amor do Senhor,

 

Susie Pek – Coordenadora do Mulheres de Esperança RTM Brasil, América Latina & Caribe

 

 

Compartilhe