Blog do Mulheres de Esperança

Coragem para ouvir

Susie Pek

        “É preciso coragem para levantar-se e falar, mas também é preciso coragem para sentar-se e ouvir.”

                                                                      Winston Churchill

 

Que frase mais impactante, não? Muito se fala sobre a importância da coragem para se posicionar, ou, simplesmente para se abrir. Quando nos expressamos acerca de qualquer assunto, não sabemos como seremos recebidos e nem o que irão pensar de nós. Podemos ser acolhidos e admirados, ou rejeitados e julgados. Sabemos disso, por isso, falar exige coragem e sabedoria. Pelo menos para a grande maioria.

 

Em contrapartida, poucas vezes lembramos que ouvir também exige muita coragem. Talvez, pensemos no assunto quando alguém diz as famosas palavras: “Precisamos conversar!” Pode até ser que o que tenham a nos dizer seja algo incrível, mas, normalmente, nossa primeira reação é imaginar que vai ser uma daquelas conversas difíceis. Depois de arrumar um pouco de coragem é que encaramos a tal conversa. E sejamos justos, muitas vezes, ela é muito mais agradável do que imaginávamos.

 

Entretanto, a coragem para ouvir vai além do acerto de pendências. É preciso ter coragem para simplesmente ouvir o outro. Cada pessoa é um universo, o que quer dizer que dentro de cada um existe um milhão de pensamentos e um turbilhão de emoções. E todos nós temos necessidades de compartilhar o nosso mundo interior. Encontrar ‘ouvidos corajosos’ é uma raridade. Ouvidos que não tenham medo de receber nossas dores, nossos conflitos e dúvidas. Ouvidos corajosos e acolhedores que gastam seu tempo envolvidos no processo de escuta ativa, com real interesse naquilo que está sendo compartilhado.

 

Impossível falar desse assunto e não lembrar de Salmo 116.1-2: “Eu amo o Senhor, porque ele me ouviu quando lhe fiz a minha súplica. Ele inclinou os seus ouvidos para mim; eu o invocarei toda a minha vida.!” É simplesmente maravilhoso saber que podemos contar com os ‘ouvidos atentos’ do Senhor. E é igualmente incrível saber que podemos emprestar nossos ouvidos a outros e seguir a instrução deixada na carta de Tiago: “Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se”.  

 

No amor do Senhor,

 

Susie Pek – Coordenadora do Mulheres de Esperança RTM Brasil, América Latina & Caribe

 

 

Compartilhe