Blog do Mulheres de Esperança

Esperança para o ano

Susie Pek

2020 foi um ano inesquecível! Quem poderia imaginar que viveríamos tudo o que vivemos. De álcool em gel a distanciamento social no mundo todo! Cada cultura, cada país enfrentou seus próprios desafios, mas de forma geral, vimos o cenário mundial se transformar praticamente dia após dia. E toda vez éramos lembrados de que não temos controle de nada. Atravessamos um vale sombrio e repleto de inseguranças.  Os planos tão bem elaborados foram reajustados. Milhares de pessoas ao redor do mundo se depararam com uma nova realidade econômica e familiar. E infelizmente, muitos sofreram perdas irreparáveis, e para alguns, sem direito a despedida.

 

As celebrações de fim de ano também foram bem diferentes e não apenas pela questão do isolamento social, mas sim, pelos corações pesados diante da ‘tragédia’ enfrentada ao longo do ano. Todo esse cenário me faz pensar no profeta Jeremias, conhecido como profeta chorão. Ele escreveu um livro inteiro dedicado ao lamento tamanha a dor que sentia pela destruição de Jerusalém e de tudo o que isso representava. A leitura do pequeno livro de lamentações pode ser difícil. A tristeza do profeta é palpável! Bem no meio do livro existe um trecho que sempre me chamou muito a atenção: “Lembro-me da minha aflição e do meu delírio, da minha amargura e do meu pesar. Lembro-me bem disso tudo, e a minha alma desfalece dentro de mim.” (Lam. 3.19-20) Esses versos expressam sofrimento, aflição e desesperança. Consigo imaginar uma pessoa prostrada, abatida e sem forças ao ler o desabafo do profeta. O ano de 2020 foi atípico, trouxe muita dor, desconforto e lamento. Sei que muitos se identificam com Jeremias e poderiam fazer das palavras dele, as suas.

 

Entretanto, em meio ao seu profundo lamento, ele surpreende ao mudar o tom e dizer: “Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança: Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! Digo a mim mesmo: A minha porção é o Senhor; portanto, nele porei a minha esperança. O Senhor é bom para com aqueles cuja esperança está nele, para com aqueles que o buscam; é bom esperar tranquilo pela salvação do Senhor. ( Lam. 3. 21-26). Que o profeta Jeremias nos inspire a colocar a nossa esperança no Senhor, sabendo que Ele é bom e suficiente para cuidar de todas as áreas de nossas vidas.

 

Desejo a você e toda sua família um ano repleto do amor, da graça, da paz, direção e sustento de Jesus!

 

No amor do Senhor,

Susie Pek – Coordenadora do Mulheres de Esperança RTM Brasil, América Latina & Caribe