Blog do Mulheres de Esperança

Em quem você confia?

Susie Pek

“Você confia em mim?” e “Você precisa confiar em mim!” são duas falas bastante recorrentes em filmes, séries e desenhos. Nos últimos tempos, reparei que elas são mais comuns do que imaginamos. Se fizermos uma pesquisa rápida, vamos notar que elas fazem parte dos enredos desde sempre. O que me intriga não são tanto as falas, e sim, as circunstâncias em que elas aparecem. Normalmente, os personagens mal se conhecem, quando, repentinamente, se deparam com alguma cena de perigo e então, logo um deles diz: “Você confia em mim?” ou “Você precisa confiar em mim!” e assim, quase que imediatamente, a outra personagem expressa de alguma forma sua confiança em alguém que acabou de conhecer. Às vezes, confia seus segredos, em outras coloca sua vida, literalmente, nas mãos do outro.

 

Inevitavelmente, penso em como seria minha reação. Acredito que não responderia tão rapidamente e nem tão veementemente: “Claro que confio em você!”. Veja bem, as situações são extremas e envolvem riscos, uma pessoa que mal conheço está pedindo que deposite minha confiança nela. E se ela não for quem ela diz que é?  Imagino que se minha vida estivesse correndo risco, não teria alternativa, e então, confiaria desconfiando. Mas, se esse não fosse o caso, seria muito cautelosa antes de abrir meu coração e repartir minha vida tão abertamente para um estranho. Afinal de contas, estamos falando de vida real, em que confiança tem tudo a ver em com quem ou no que ela é depositada. Como podemos confiar naquilo que não conhecemos? Podemos ‘dar um voto’ de confiança, dar uma chance até para que saibamos o tanto que podemos contar, ou, não, com aquela pessoa. Aos poucos, vamos descobrindo que existem várias pessoas dignas de nossa confiança em diferentes áreas. É uma descoberta incrível, que pode até levar anos de experiências ao lado de cada uma delas antes de dizermos: “Sim, confio em você!”

 

Acredito que todos nós tenhamos pessoas de confiança em nossa vida que passaram pelo teste do tempo. Talvez seja o médico, o cabelereiro, o mecânico ou o melhor amigo. Em diferentes momentos, eles se mostraram dignos de nossa confiança. Entretanto, existe um que é digno de nossa confiança e entrega total: nosso Deus! “O SENHOR é bom, um refúgio em tempos de angústia. Ele protege os que nele confiam!” (Naum 1.7) E Ele nos convida a construirmos nossa confiança nele: “Provem, e vejam como o Senhor é bom. Como é feliz o homem que nele se refugia!” (Salmo 34.8). Confiança é construída por meio das nossas experiências, assim, quanto mais provamos do Senhor, mais sabemos que ele é bom e confiável em todos os tempos e podemos afirmar: “Deus é a minha salvação; terei confiança e não temerei. O Senhor, sim, o Senhor é a minha força e o meu cântico; ele é a minha salvação!" (Isaías)

 

 

No amor do Senhor,

 

Susie Pek – Coordenadora do Mulheres de Esperança RTM Brasil, América Latina & Caribe