Blog do Mulheres de Esperança

O poder da imagem

Susie Pek

Você já notou o poder que uma imagem tem em nosso dia a dia? Sem que percebamos as inúmeras cenas que nos rodeiam nos enviam os mais diversos tipos de mensagem. Enquanto o verde da natureza pinta um lindo quadro de tranquilidade, o agito dos carros se transforma numa fotografia mental com borrões que imprimem sua velocidade e aceleram todo nosso ser!

 

E o que dizer das redes sociais? Conseguimos ‘ler’ as histórias dos nossos amigos simplesmente acompanhando suas imagens. Já as páginas comerciais despertam nosso interessante com uso de fotografias, ilustrações, cenários espetaculares e até pequenos vídeos. Em apenas alguns minutos, nos rendemos aos encantos de tudo o que cada empresa pode nos oferecer. Uma imagem sempre transmite uma mensagem. O intrigante é que uma mesma imagem é interpretada de várias maneiras. Tudo vai depender do olho do observador, suas preferências, experiências, e, até mesmo, seus valores.  

 

Nunca se falou tanto sobre o impacto da imagem, inclusive da imagem pessoal. Atualmente, temos acesso a todo tipo de informação para conseguirmos melhorar nossa imagem pessoal e seus impactos. O bom uso da maquiagem, uma roupa que caia bem em nosso corpo, acessórios exclusivos, estilos de cabelo, mudam não apenas nosso look, como o tipo de mensagem que passamos a nosso respeito.  Assim como fazemos leituras dos cenários e imagens ao nosso redor, inevitavelmente, lemos e interpretamos uns aos outros com base na imagem pessoal também.

 

O impacto da imagem vem de longos tempos. Em 1 Samuel 16 lemos sobre o momento em que o profeta Samuel foi enviado pelo Senhor para ungir o sucessor de Saul.  O texto nos diz que ele viu Eliabe e pensou: “Com certeza este aqui é o que o Senhor quer ungir".
Ao que parece ele deveria ter uma aparência digna de um rei, pelo menos aos olhos do profeta, que foi surpreendido pela resposta do Senhor que disse: Não considere a sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração". (1 Samuel 16.16-17) " Samuel, então, seguiu atento até que Deus lhe revelou que Davi era o seu escolhido.  Hoje, sabemos que Davi ficou conhecido como “o homem segundo o coração de Deus”.

 

A imagem é muito poderosa, entretanto, ela é incapaz de transmitir tudo o que uma pessoa é. Precisamos estar atentas e ter sensibilidade, não apenas para expressarmos quem de fato somos por meio da nossa imagem, mas, especialmente, para discernir e enxergar muito além do que uma simples imagem. Que o Senhor nos dê os seus olhos sempre!

 

No amor do Senhor,

 

Susie Pek – Coordenadora do Mulheres de Esperança RTM Brasil, América Latina & Caribe

 

 

Compartilhe