Blog da Missão Itália

Um ano e avanti!

Lucas Meloni

Na parede da sala, a galeria de recordações aumenta e a saudade não arreda o pé.

 

Sentimos falta de casa, mas estamos em casa. Dá para entender isso?

 

Tentamos equilibrar as emoções para prosseguir. Calibramos o olhar dia após dia. É um exercício mesmo. Os ouvidos percebem o som das folhas amarelas no chão, ao passar com a bici, e provocam um sorriso. Os olhos avisam sobre o perigo da folhagem molhada pelo caminho. Um outono escorregadio que precede um inverno de perdas. Um rastro de luto. Mais uma vez, estamos ilhados. Mais uma dura prova para quem acabou de chegar. “Stringimi, circondami d’amore” (Abraça-me, cerque-me de amor) é o que cantamos duas ou três vezes por semana com nossa valente squadra. Insieme!Para agradar a todos, mudamos o repertório. Porém, a vontade é de ficar no “Padre, vengo a Te” mesmo. Um clamor feito com o coração contrito e grato.

 

 

 

Um ano na Itália e os desafios de um novo lockdown
Um ano na Itália e os desafios de um novo lockdown